17 de jun de 2009

All, tudo

Poderia deixar a verdade de lado e começar a inventar desculpas pela minha ausência. Não é vergonhoso dizer que fiquei com preguiça, não tive criatividade (ou até tive e não aproveitei, por dar mais valor a outros afazeres), esqueci mesmo... Quem nunca se encontrou nesses sentimentos? Nunca nasceu ou viveu pouquíssimo!
Não tenho coragem de deletá-lo. Tanta coisa da minha vida tá aqui. Tantos momentos preciosos e palavras espontâneas. Quero tê-lo pra sempre, mesmo que eu passe meses sem vir aqui, mesmo que seja como uma lembrança. Quero tê-lo pra me apegar quando estiver sem algum caminho concreto ou pra pedir conselhos em posts antigos.
É, o All tem um valor bacana dentro de mim e que eu gosto de preservar.

Espero voltar a escrever com frequência (já que eu estou de férias e estive mais assídua num momento assim, de ócio) e se isso não acontecer, que ele fiquei aqui, comigo, na minha memória e pra quem quiser me entender.

Beijos,
Aline

Nenhum comentário: