21 de ago de 2008

Paixões

04/07/2008

Àqueles que me acrescentam, que me fazem bem e que eu tenho prazer de fazer-lhes felizes. Àqueles que eu amo, que adoro e que me fizeram ser o que sou atualmente: são indispensáveis! Minha vida gira em torno dessas admiráveis pessoas. É, de fato, um ciclo vicioso! Eu preciso constantemente. E, como é de praxe, eu não conseguiria viver sem!

Aos que repudio: não curto repudiar, vocês que me forçam. E, pelo que todos sabem, a gente não faz só o que gosta.
Àqueles tem menos afeição à mim: muito obrigada! Passei a pensar que, essas pessoas que não me convém (que me entorpecem), me ajudam. Me completam. Me fazem perceber os meus defeitos mais imperceptíveis.
Àqueles que falam (mal) de mim, só pelo prazer de denegrir uma imagem: sei que nunca irão parar, mas alguns se cansarão. Eu não perco tempo me martelando com esse tipo de coisa. Quer falar? FALE! Adoro expor a minha vida... E quem for contra, F...-..!

Nenhum comentário: