21 de ago de 2008

Saia do canto

19/08/2008

Eu tenho tanta agonia de lamentações, sabia? Até relevo uma lamentação ou outra. Mas o tempo todo... CANSA!
Poxa, tenta melhorar, vai à luta! Se empenha, muda, reverte. Mas ficar chorando pelos cantos? "Ó céus, minha vida acabou. Ór, ór, não posso mais viver. Vou me matar. VEJAM, estou quase me matando! Não precisa me salvar. Sim, eu mereço isso." AAAAAH, tenha santa paciência! E outra, quem quer se matar, não se expõe ao ridículo. Vai lá e se mata!
É lógico e evidente que todos têm os seus momentos pra baixo, mas parece que alguns viciam nisso. Curtem que sintam pena. Pena? Deus me livre!
Não, não sou insensível. Eu, apenas, acho que quem sofre de depressão ou algo do gênero, não se passa por isso. Já convivi com pessoas que vivenciaram tal doença e elas, simplesmente, se fecham perante o mundo.
Os "lamentadores" querem chamar atenção e sim, precisam de ajuda. Mas é bom tentar se ajudar primeiro, né?! Garanto que se lamentar não seria um bom começo!

Coitadinhos, queridos, me perdoem, mas eu morro de abuso desse tipo de coisa!
Ah, só pra constar, se você é um desses, longe de mim ou, ao menos, finja não ser assim.

Um comentário:

atrás da porta disse...

A lamentação é o triunfo das pessoas fracas, pois só se lamentam aqueles que se deixam cair.